Vendas online: de tendência a realidade

O e-commerce sempre apresentou, desde o começo da sua história, inclinação para crescimento. Assim como a maioria das tecnologias, foi ganhando espaço no decorrer do tempo à medida que as pessoas percebiam a utilidade e se convenceram da importância dele.

As primeiras atividades de venda pela internet no Brasil começaram com mais força em 2001. Nessa época, os buscadores como o AltaVista e o Cadê já exibiam banners anunciando sites de vendas. 
A partir de então, mais empresários decidiram investir no comércio online. Através dos anos, as atividades de compra e venda aumentaram de forma exponencial. Ficava claro, então, que a tendência era de ascensão.

O principal motivo para que o comércio eletrônico se expandisse desde os primórdios é o mesmo que perdura até hoje: a comodidade e a disponibilidade dos sistemas, que permite fazer compras sem a limitação de hora ou local, como acontece com as lojas físicas.

O que este artigo vai abordar são fatos sobre o crescimento do e-commerce, como a crise sanitária mundial contribuiu para esta elevação e exemplos atuais de empresas que são referência em vendas pela internet. Eles mostram que as vendas on-line em larga escala deixaram de ser só uma tendência para virar realidade.

Leia mais


O que é mobile first e por que é importante no marketing digital da sua empresa?

Uma pesquisa conduzida pela GSMA, associação global do ecossistema móvel,  aponta que o Brasil é o país, na América Latina,com o maior número de dispositivos móveis que acessam a internet. São mais de 134 milhões.

É um dado interessante, porque mostra que a preferência por dispositivos móveis já superou os computadores do tipo desktop, tablets e notebooks na hora de navegar na grande rede. 

Outro estudo, o TIC Domicílios, do Comitê Gestor da Internet, mostra que 99% das pessoas que acessam a internet no país o fazem pelo celular e, para 58% desses, é a única maneira de navegar.
Isto se justifica com diversos fatores, mas os mais importantes são as circunstâncias em que se acessa a web no momento e a praticidade do telefone móvel. Imagine que você está com pressa, a caminho do trabalho, e precisa verificar seus e-mails. O dispositivo móvel é o que vai ajudar nessa hora.

Por isso, quem lida com o marketing digital precisa ter em mente que o uso dos dispositivos móveis é muito grande e tende a aumentar. Isso deve influenciar a tecnologia de desenvolvimento dos websites: o mobile first.

Leia mais


A importância de ter um site funcional para o sucesso do seu negócio

Como está a aparência do seu estabelecimento comercial ou da sua empresa? Se atende ao público, é um local limpo, preparado para receber os clientes, e em que os produtos estão facilmente visíveis? E quanto ao seu atendimento? Sem dúvida você planeja o seu espaço para oferecer o melhor para seus clientes.

A preocupação com o aspecto do estabelecimento físico é importante. E com o virtual, não pode ser diferente. Seu espaço na internet precisa agradar. Precisa ser atraente e funcional.

O que você pensaria de uma empresa que mantém um site mal construído, cheio de erros de sistema, confuso e difícil de navegar?

Fatalmente, a organização vai passar a impressão de amadorismo, de descaso e o cliente não se sente estimulado nem confortável para fazer negócios. É como se você fosse se hospedar em um hotel e ao entrar no quarto encontrasse tudo desorganizado, roupas de cama sujas e mais inconvenientes. O visitante, com um site assim, não se sente bem recepcionado.

Ao contrário disso tudo, sua casa na internet precisa refletir todas as boas qualidades da sua organização. Além de uma boa estética, é preciso pensar na navegabilidade. O visitante precisa encontrar o que precisa com o menor número de cliques possível.

Continue conosco neste post para entender como um bom planejamento e design contribuem para dar funcionalidade ao seu site e como isso contribui para o sucesso do seu negócio.

Leia mais


Está na hora de pensar seriamente em ser digital.

Os tempos mudaram. E para as empresas não é diferente. Se você já é empresário há algum tempo, procure se lembrar de como se faziam negócios há 5 ou 10 anos. Você usava a internet tanto quanto hoje? Provavelmente não.

E este desenvolvimento tende apenas a aumentar. Mais do que isso, hoje se fala em um tipo de evolução ainda mais abrangente. E ele vai muito além de aparecer na internet, usar seus recursos para trabalhar ou ter equipamentos tecnológicos. Estamos falando de uma mudança profunda, estrutural, que atinge a cultura e a forma de pensar da empresa.

O nome que se dá a ela é transformação digital. O que é, porque e como ser digital é o que você vai conferir neste artigo. Conhecerá também exemplos de negócios que já foram transformados.

Leia mais


Mídia digital x mídia tradicional: diferenças e vantagens

Mídia tradicional versus digital: este dilema tem sido constante na mente de empreendedores, já que o objetivo sempre foi atingir a maior quantidade possível de espectadores.

O setor publicitário contou por décadas com veículos de comunicação em massa para atuar. Por causa da limitação tecnológica, elas não oferecem espaço para interação entre anunciante e público-alvo. Os canais que fazem parte do que chamamos de mídia tradicional podem ser divididos em tipos: impressos, de ondas, telefônicos, e visuais.

Entre as mídias impressas, estão os jornais e revistas. Os canais veteranos rádio e TV pertencem à segunda categoria. Os telefônicos abrangem o telemarketing e os visuais são catálogos, outdoors, panfletos e semelhantes.

Em um mundo em que o novo tende a substituir o que é antigo, parece existir uma exceção. Pelo menos por enquanto. A jovem mídia digital coexiste com a tradicional, e ambas trazem resultados quando se trata de publicidade e conversão.

A mídia online é composta por métodos de comunicação envolvendo a internet e seus dispositivos, sejam móveis ou não: tablets, smartphones, computadores e qualquer outra maneira de acessar a rede mundial serve para trazer ao consumidor os anúncios digitais.

O marketing usa ferramentas como conteúdo otimizado para SEO em blogs, redes sociais, publicidade por clique, e-mail e vídeos. Assim como a mídia tradicional, a digital foi evoluindo com o passar dos anos.

Quem anuncia na internet enxerga nela um enorme potencial para divulgação e não é para menos. Uma pesquisa do IBGE divulgada em abril de 2021 mostra que quase 83% dos domicílios no Brasil têm acesso à internet. Isso representa mais de 143 milhões de pessoas com mais de 10 anos de idade.

Leia mais


Tendências do e-commerce na retomada pós-pandemia

Provavelmente nenhum especialista em tecnologia pôde prever uma evolução tão acelerada na forma de se vender pela internet em um espaço de tempo tão curto. Em um ano e alguns meses, a pandemia forçou os comerciantes a inovar rapidamente e consumidores a adotar novos hábitos de compra.

O e-commerce já estava muito bem estabelecido no Brasil antes da pandemia. Mas durante ela, se acentuou.  De acordo com estudo da Conversion, de maio de 2020, os maiores sites brasileiros de e-commerce ganharam, em média, 51% a mais de tráfego desde o início do isolamento social. Isso se deve, em grande parte, ao fato dos comércios físicos precisarem parar as atividades.

Praticamente todos os gêneros experimentaram um aumento no número de vendas. Na pesquisa da Conversion, foram analisados dez dos mais procurados. O primeiro deles, eletrônicos, mais do que dobrou a procura, com elevação de mais de 136%. Mesmo o último colocado, cosméticos, atingiu o expressivo número de 40,8%.

Como esperado, o número de visitas aos grandes marketplaces até o momento estão na casa de centenas de milhões. O Mercado Livre, por exemplo, recebeu durante os primeiros 12 meses da pandemia mais de 253 milhões de acessos. Americanas, Amazon e Magazine Luiza, só para citar alguns, somaram quase 300 milhões.

Que todos os setores do e-commerce ganharam muito mais com a pandemia é evidente. Todos esses dados provam que o isolamento fez com que os empreendedores do e-commerce faturassem muito mais. Por isso, tanto eles quanto quem deseja começar no ramo precisam ficar de olho nas tendências do e-commerce pós pandemia.

Este artigo quer mostrar as prováveis características que as vendas via internet vão assumir, tendo em vista o cenário atual e o futuro.

Leia mais


O Google Mudou! Entenda o que é uma SERP (Search Engine Results Page) e a sua importância para as práticas de SEO

O Google é uma das ferramentas mais utilizadas no mundo. São bilhões de buscas realizadas todos os dias em sua página. Em cada uma das pesquisas, um processo de busca frenética por toda a internet se inicia.

A quantidade de usuários traz um benefício interessante: se sua empresa conseguir ranquear bem no buscador, com certeza terá muito tráfego orgânico. Isso significa um maior reconhecimento de marca no mercado.

Porém, esse trabalho não é fácil, ainda mais por causa das constantes mudanças que o mecanismo sofre. Afinal, o Google não é uma ferramenta completa, por isso recebe vários ajustes ao longo do ano.

Neste conteúdo, vamos explicar tudo sobre SERP, o algoritmo do Google e até como otimizar seu site para ganhar posições.

Boa leitura!

Leia mais


Artigos, 23.JUNHO.2021 | Postado em SEO

Web Core Vitals: já não basta ter um site, é preciso que ele seja completo!

Quando falamos em internet, a primeira coisa que pensamos são sites. No entanto, não basta apenas ter um site e torcer para dar certo: precisamos de diversos requerimentos, ainda mais com as constantes atualizações do Google.

Há alguns anos atrás, era muito fácil ranquear páginas nas primeiras colocações. 

Em resumo, era necessário escolher uma palavra-chave e repeti-la ao longo da página. Isso gerava estratégias estranhas, como páginas repetindo um KW (keyword) milhares de vezes.

Hoje, no entanto, o UX, design, responsividade e diversos outros detalhes fazem parte do ranqueamento. Então, criar um site que fica na primeira página não é fácil como antes.

Neste post, vamos comentar sobre um elemento importantíssimo: as Web Core Vitals. Não deixe de ler até o final!

Leia mais


Artigos, 10.JUNHO.2021 | Postado em SEO

O que levar em conta ao pensar no SEO do seu site?

Se você acha que para aumentar as suas vendas e popularidade basta criar um site, está enganado. Simplesmente construir uma página com a sua marca e expor algumas fotos ao acaso e torcer para alguém te encontrar no Google não funciona.

Leia mais


Artigos, 20.MAIO.2021 | Postado em SEO
Exibindo 1 de 20

Carregando...