fechar× Entre em contato (71) 3015-2200 (71) 3037-8880 (71) 99154-3223 (whatsapp)

Não adianta escrever pouco! O Google é um “leitor” e tanto!

Vamos definir uma coisa logo de começo. Você escreve para dois públicos: primeiro para seus leitores, clientes e seguidores. Neste quesito é onde entra a parte criativa, a geração de conteúdo e, consequentemente, interesse pelo seu blog. Mas existe um segundo “publico” que também lê o que você escreve. Não só lê como analisa cada palavra que foi escrita, e pior, conta uma por uma para ver se tem relevância ou não. Sim, estamos falando do “robô” do Google.

Se hoje não sabemos ao certo quantas palavras são ideais para uma boa indexação no Google, é bem possível que se fizermos menos de 500, o post será sumariamente ignorado pelo robô. Em consequência, baixa indexação.

Na Internet, não existem regras rígidas, mas aqui vão algumas dicas de tamanhos próximos do ideal e sua função.
 
A) Post com até 300 palavras: Pode ser usado para clipping, opiniões, comentários de notícias, acontecimentos diversos e humor por exemplo. Apesar do baixo número de palavras, é o típico post que atraí público (o Clipping e a notícia por exemplo trazem consigo os leitores de outra fonte, o humor pode ser uma ferramenta viral, se bem executada) 

B)Post de 500 palavras: Como já vimos, é considerado o post ideal. É bem indexado e o volume de conteúdo agrada a maioria dos leitores em geral. Porém, quando precisamos abordar temas mais complexos, é válido extrapolar essa “linha ideal” sem medo! Lembre-se que se você for superficial e incompleto em seus posts, frustrará seu primeiro!
 
C)Post com 500 a 2000 palavras: Atualmente, este é o tipo de conteúdo mais utilizado em blogs posts espalhados pelo mundo virtual. Para o Google, textos com mais palavras tendem a conquistar as primeiras posições. Portanto, para alcançar o resultado desejado, acerte na escolha da palavra-chave do seu artigo. Para isso, siga as seguintes dicas:
 
  • Procure usar palavras-chave mais específicas para o seu negócio (com mais palavras, formando muitas vezes uma expressão). Este tipo de palavras são as chamadas Long Tail, termo inspirado no livro de Chris Anderson “A Cauda Longa – Do mercado de massa para o mercado de nicho”. Leitura indispensável para qualquer empresário!
  • Escolha assuntos atuais;
  • Antigamente, a quantidade de vezes que a palavra-chave aparecia no texto era um fator crucial. Hoje em dia, a repetição sem critérios da palavra no texto pode até ser punida na indexação do Google já que a simples repetição das palavras não quer dizer que seu conteúdo seja relevante. O que o Google quer é que você faça um texto interessante para as pessoas, seu primeiro e principal público. O que temos como indicação de volume ideal de repetições é de: 
    • Uma vez no Título
    • Uma vez no primeiro parágrafo
    • Uma vez no último parágrafo
    • E uma vez nos intertítulos da sua redação 
D)Post com mais de 2000 palavras: Normalmente textos deste tamanho alcançam boas colocações no Google mas, somente a quantidade de palavras, não é o suficiente. Assim como no tópico anterior, é preciso usar uma Long Tail com inteligência e naturalidade, buscando sempre sanar as dúvidas e curiosidades do seu público.

Este Post contém 554 palavras! ;-)


Fontes: “The Long Tail: Why the Future of Business Is Selling Less of More” - Anderson, Chris, escrevaparaweb, Saiteria, Marketingdeconteudo, Postcron
Confira também:
E-book 5 Dicas de SEO
  • 1
Exibindo 1 de 1

Carregando...