fechar× Entre em contato (71) 3015-2200 (71) 3037-8880 (71) 99154-3223 (whatsapp)

Nunca copie conteúdo, mesmo citando a fonte. O Google não tolera plágios!

Seja em trabalhos escolares ou no ambiente acadêmico, a artimanha do Ctrl C (copiar) + Ctrl V (colar) do conteúdo da Internet pode ser observada eventualmente. Ela pode vir seguida das “melhores” justificativas como: falta de tempo, ocorreu um imprevisto, ou ainda, a mais inusitada, “foi coincidência, escrevi igual sem saber”. No outro lado, o avaliador examina cada frase, afim de encontrar quem copiou o trabalho e está, cada vez mais, preparado tecnologicamente para identificar plágios da Internet. Atualmente, existem várias ferramentas gratuitas que fazem uma pesquisa na Internet para localizar o plágio. Elas são de simples e amplo uso pelos docentes. Por que estamos falando disso? Não é para alertar nossos leitores, que sabemos que não adotariam essa prática. É só uma analogia ao que o Google faz com o conteúdo produzido na Internet. Sempre que você publica um conteúdo, o Google é pior que o seu professor mais exigente e te reprova sem dar chances de explicação, se encontrar plágio.
 
O Marketing convencional já perdeu o seu posto de protagonista no mundo da comunicação (já faz algum tempo!). Hoje, a bola da vez é o marketing de conteúdo! As empresas que já adotaram essa boa prática já sabem que produzir o próprio conteúdo é essencial para obter bons resultados online.
 O Problema é que esta tarefa não é fácil. É preciso Tempo, Boa Escrita e Conhecimento do Negócio além de um certo conhecimento de SEO (Clique AQUI e AQUI para saber mais sobre SEO). Com a limitação de recursos para este fim, as empresas podem acabar optando por resoluções mais simples, como a republicação de conteúdo de terceiros.
 
Esta prática pode ter o resultado inverso do esperado. As pessoas que procuram pelo seu conteúdo esperam um posicionamento SEU sobre determinado assunto. Gerar o próprio conteúdo ajuda a sua empresa a assumir a posição de autoridade no tema.
 
Além disso, voltando ao nosso Professor Carrasco (Google), copiar conteúdo de terceiros pode prejudicar seu posicionamento nas buscas orgânicas. O famoso “robozinho” (que faz a leitura dos conteúdos nos sites), ao se deparar com um conteúdo duplicado, analisa e determina qual é a cópia, penalizando o copiador. O conteúdo copiado pode ser banido, deixando de aparecer nos resultados (nota zero mesmo).
 
O que fazer para não ser reprovado?
 
  1. Se viu um texto interessante e deseja compartilhar com o seu público, faça-o nas redes sociais (Twitter, Facebook, etc) nunca no seu blog/site. Mesmo que a fonte seja citada, o Google entenderá que é um plágio e te penalizará.
  2. Se for imprescindível a cópia do um trecho do conteúdo para o Blog, Cite e insira o link da matéria original, mas não deixe de complementar o assunto com as suas considerações! 
Esperamos que essas dicas tenham sido úteis e que você compartilhe (sem Ctrl C + Ctrl V) e produza conteúdos de qualidade para o seu público.
 
Fontes: Saiteria.com.br, Empreendedorismo Online, Resultados Digitais, Marketing E Comunicação Digital (Pereira, Felipe – Ed Cidadela – 2012)
 

Confira também:
E-book 5 Dicas de SEO


  • 1
Exibindo 1 de 1

Carregando...