Presença Digital na Pandemia: por que agora é imprescindível estar na internet?

Dizem que as melhores estratégias surgem das piores guerras. Pode parecer uma analogia dramática, mas a pandemia causou estragos sem precedentes. E um dos principais aconteceu com as empresas. Clientes sem renda e perda de negócios levaram os empreendedores a se reinventar.

O modelo tradicional de negócios, o físico, já estava deixando de ser o principal há algum tempo. As transações por meio da Internet têm um crescimento notável, mas agora há motivos sólidos para que essa realidade se torne mais evidente. 

O objetivo é sempre continuar gerando lucro. Você vai conferir neste artigo o que é a presença digital das empresas, qual a necessidade disso e quais são os benefícios de aderir ao mundo virtual para que as organizações continuem gerando lucros.
A presença digital

Presença digital diz respeito a como uma marca é vista na Internet, como ela é buscada e como ela se relaciona com potenciais e efetivos clientes. Talvez uma empresa já tenha construído uma reputação excelente e uma vasta carteira. Mas é possível que esse mesmo negócio não tenha tanta expressividade no meio digital. Para essa empresa, é provável que esteja faltando alguns dos elementos mais importantes para existir na Internet.

São bilhões os usuários de redes sociais. O número de usuários cresce a cada dia e a pandemia também é responsável por isso. Com a necessidade de isolamento social, para muitas pessoas as redes sociais são uma companhia. Assim, quando surge a demanda por produtos e serviços por parte de algum consumidor, é muito provável que ele vá buscar solução através das redes sociais da empresa.

Uma presença digital sólida faz por si só com que os consumidores se lembrem da marca de um produto que desejam. E, por isso, rapidamente vão à loja virtual para ver se encontram o aplicativo daquela empresa, porque sabe que eles oferecem facilidades que superam as da presença física ou mesmo as do telefone.

Porque é necessária

De acordo com uma pesquisa da Visa feita antes da pandemia e apresentada pelo site da revista Forbes, 80% dos consumidores que utilizam a bandeira consideram que os sites fáceis de usar e a disponibilidade de aplicativos são fatores determinantes na hora de escolher onde fechar negócio. O estudo ainda apontou que 61% dos seus consumidores pretendem expandir suas compras pela rede mundial nos próximos cinco anos. Já 78% pretendem pelo manter ou até diminuir as compras feitas nas lojas físicas.

Esses números servem para comprovar o quanto o consumidor se apegou ao comércio on-line, pelas facilidades inúmeras que oferece. Se esses dados foram obtidos antes mesmo da pandemia, a tendência durante ela e após é de um crescimento vertiginoso. 

Ficar em casa aumentou a demanda pelo comércio eletrônico e prova disso é um relatório feito pela PayPal, que apontou 1,7 milhão de novas contas comerciais só no segundo trimestre do ano passado. Os empreendedores mais atentos ao cenário mundial já perceberam a necessidade de se atualizar e se fazerem presentes no mundo digital.E aderir à transformação digital não é apenas para as grandes multinacionais. Longe disso. Se os consumidores mal podem sair de casa, a ausência de clientes afetará até a venda do bairro. Assim, tanto quanto possível, as organizações precisam melhorar ou mesmo criar suas versões digitais.

Como construir

Conforme dito no início, as organizações que pretendem dar início à construção da presença digital precisam, ao mínimo, possuir:
  • Um bom website;
  • Um blog com conteúdos que despertem a atenção do potencial cliente;
  • Contas em redes sociais;
É claro que não há uma receita pronta para obter presença digital, mas alguns itens são fundamentais. O fato é que a empresa que não possui um site bem organizado, sem erros, de visualização agradável e fácil de usar não transmite credibilidade. Um site é o ponto de referência mínimo para qualquer organização na Internet.

Um bom conteúdo faz parte de uma estratégia vencedora. É com ela que o empreendedor se aproxima do público e faz com que eles se interessem em sua marca. Aplicados os passos corretos, o conteúdo é importante para converter potenciais clientes em efetivos.

Tão necessário quanto um site ou uma conta no Facebook é conhecer o público a quem o empresário se dirige. É preciso traçar o perfil do cliente, com seus gostos, necessidades e linguagem. A interação também é importante. O cliente se sente seguro ao conseguir sanar dúvidas sobre um produto ou serviço, por exemplo.E, assim como no mundo físico, uma das características mais importantes em qualquer negócio, não importa a natureza dele, é o atendimento ao cliente. Parece batido, mas nunca é demais lembrar: um bom atendimento fideliza clientes e traz outros novos. Um mau atendimento faz perder clientes e nunca ganhar outros. Investir na qualidade do atendimento e contar com colaboradores dedicados ao suporte pela Internet é algo que não se pode dispensar.

Benefícios da presença digital

Construir uma presença digital sólida beneficia o cliente, que sempre terá a mão serviços e produtos com rapidez e o empresário, que nunca sofrerá com a falta de clientes. A pandemia fez grande parte dos consumidores se acostumar a ter tudo na palma da mão e, agora, velocidade e disponibilidade são o que esperam de qualquer empresa. 

Quem nunca ficou decepcionado ao procurar o site da sua pizzaria favorita ou da loja que tem os calçados que você mais deseja e não os encontrar no Google? A falta da presença virtual transmite desatualização e falta de profissionalismo.

Fortalecimento da marca, maior visibilidade e conquista de consumidores. Esses são basicamente os efeitos de uma boa estratégia para melhorar a presença digital. Isso se consegue com existência nas mídias sociais, bom conteúdo com estratégias de SEO (otimização para sites de busca), e site compatível com dispositivos móveis. Um ponto a se observar é que o uso de celulares para navegação na Internet já tomou a preferência. 

A pandemia trouxe dificuldades para o empresário e provavelmente vai continuar trazendo por algum tempo. Mas toda invenção concebida no meio de uma guerra – a própria Internet é um exemplo – continua existindo e cada vez mais melhorando. Similarmente, só vai sobreviver o negócio que ficar conectado às pessoas onde quer que elas estejam.




 
Confira também:
E-book 5 Dicas de SEO


  • 1
Exibindo 1 de 1

Carregando...