A importância de ter um site funcional para o sucesso do seu negócio

Como está a aparência do seu estabelecimento comercial ou da sua empresa? Se atende ao público, é um local limpo, preparado para receber os clientes, e em que os produtos estão facilmente visíveis? E quanto ao seu atendimento? Sem dúvida você planeja o seu espaço para oferecer o melhor para seus clientes.

A preocupação com o aspecto do estabelecimento físico é importante. E com o virtual, não pode ser diferente. Seu espaço na internet precisa agradar. Precisa ser atraente e funcional.

O que você pensaria de uma empresa que mantém um site mal construído, cheio de erros de sistema, confuso e difícil de navegar?

Fatalmente, a organização vai passar a impressão de amadorismo, de descaso e o cliente não se sente estimulado nem confortável para fazer negócios. É como se você fosse se hospedar em um hotel e ao entrar no quarto encontrasse tudo desorganizado, roupas de cama sujas e mais inconvenientes. O visitante, com um site assim, não se sente bem recepcionado.

Ao contrário disso tudo, sua casa na internet precisa refletir todas as boas qualidades da sua organização. Além de uma boa estética, é preciso pensar na navegabilidade. O visitante precisa encontrar o que precisa com o menor número de cliques possível.

Continue conosco neste post para entender como um bom planejamento e design contribuem para dar funcionalidade ao seu site e como isso contribui para o sucesso do seu negócio.

Quais as características de um site funcional?
Antes de mais nada, é importante ressaltar a importância de possuir um site próprio. De início, uma empresa pode até utilizar outras plataformas para manter sua página. Entretanto, com o passar do tempo, é muito importante o investimento no próprio domínio.

Ter um site com o nome da sua empresa traz mais credibilidade e profissionalismo, evitando que os clientes não levem seu trabalho a sério e, consequentemente, não fechem negócios.

É verdade que não se pode descartar a importância de estar presentes nas redes sociais. Isto faz parte de uma boa estratégia de marketing. Mas sua presença digital não deve se limitar a isso. 

Usar, em paralelo, um endereço particular com as devidas estratégias de SEO (otimização para buscadores) é benéfico porque pode posicionar sua empresa acima das redes sociais nas páginas de resultados do Google.

Para ser visto de forma positiva pelos clientes, um bom website precisa reunir algumas características. Veja:

Visual
É necessário atingir um visual limpo, sem exagerar na quantidade de imagens. Se for possível evitar o uso simultâneo de cores fortes, melhor. Este cuidado evita a poluição visual. Equilíbrio e bom senso devem nortear o planejamento gráfico.

Muitos visitantes não se importam mais com efeitos de animação e outras coisas chamativas. Nem sempre isto deixa o site mais bonito. Na maioria dos casos, simplicidade e um visual limpo já são suficientes. 

Entenda que seu site deve ser uma extensão do seu espaço físico. Use as cores da identidade visual da sua empresa, mas sem excessos. E, da mesma forma e com o mesmo esmero que você cuida do seu estabelecimento, mantenha seu site.

Velocidade de carregamento
Outro motivo pelo qual é importante evitar penduricalhos é que eles podem prejudicar a velocidade de carregamento da página. Nem todos os usuários possuem conexões de internet de alto rendimento. E os mais inexperientes logo vão desistir de acessar a sua página pela dificuldade que ela traz.

Para confirmar que velocidade de carregamento é importante, uma pesquisa do Google revela que a maior parte, 53%, dos usuários de dispositivos móveis são pouco pacientes. Eles tendem a abandonar as páginas que tentaram visitar quando demoram mais do que 3 segundos para carregar.

É fundamental, atualmente, dar atenção a este aspecto. Outro estudo, desta vez do TIC Domicílios, publicado no site da Agência Brasil de Comunicação, apontou que 59% dos brasileiros usam somente o telefone celular para acessar a internet.

Responsividade
Já que a quantidade de pessoas que usam internet móvel é muito grande e continua crescendo, os empreendedores devem se preocupar em desenvolver sites responsivos. Essa característica se refere ao design que se adapta instantaneamente à tela em que são exibidos, sem omitir nenhuma informação ou ferramenta.

Anos atrás, os websites eram pensados para computadores do tipo desktop. Ou seja, os recursos, menus e campos de preenchimento eram perfeitamente visíveis e utilizáveis apenas neste tipo de máquina. 

Agora, o cenário é outro: como a navegação por celulares e tablets se tornou popular, a preocupação passou a ser a criação de páginas que funcionem corretamente, não importando onde são visualizadas.

Navegabilidade
Esta é um dos principais atributos de um site funcional. Possuir boa navegabilidade significa ter menus bem estruturados e coerentes. Quer dizer que o conteúdo está organizado de maneira lógica e intuitiva. O visitante deve conseguir navegar pelos principais recursos por meio da dedução. 

O objetivo deve ser sempre facilitar a vida de quem busca algo no seu site, como preços de produtos, por exemplo. Precisa ser fácil e confortável para o usuário encontrar o que precisa e o que você quer que ele veja. Destaque as suas promoções, seus meios de contato e as descrições de serviços e produtos.

Cuide bem da área “Fale conosco”. Não é difícil encontrar sites de empresas que não se preocupam muito com a área dos formulários, o que resulta em um aspecto desleixado, abandonado, dando a impressão de que “ninguém vai ler” o que for deixado ali. 

Isto pode ser um problema, porque você deixa de receber informações importantes dos clientes, como nome, telefone, e-mail e preferências, o que não contribui para aumentar suas conversões.

Por que não fazer um teste você mesmo? Faça esta experiência: visite o site da sua empresa como se fosse um cliente. Navegue pelos menus e deixe uma mensagem de contato. Veja se tudo está funcionando como deve estar. Certifique-se de que a navegação está simples e intuitiva. Os resultados vão te ajudar a aprimorar sua estrutura na internet.

Por que se preocupar com a funcionalidade?

Já falamos sobre diversas características que um bom site precisa ter. Agora, precisamos entender porque todas elas são importantes. O motivo básico é que sua empresa não pode deixar de oferecer uma boa experiência ao usuário. Do contrário, é quase certo que o visitante não volte mais.

A experiência do usuário (UX) é tão importante para o sucesso do seu negócio que já é um ramo específico do webdesign. Prova disso é o livro “Não me faça pensar - Uma Abordagem à Usabilidade na Web'', de Steve Krug.

Nele, o autor aborda conceitos que podem muito bem servir como guia para o desenvolvedor, a fim de que consiga criar um site que atenda às expectativas do visitante. Alguns dos principais você confere agora:

Não fazer o usuário pensar muito

Segundo o autor, geralmente os visitantes preferem não precisar pensar demais para fazer o que precisam na página. Assim, se eles acharem muito complicado buscar no site, perdem a paciência, se frustram, buscam outros sites (afinal, o Google traz muitas opções) e não voltam.

Otimizar o tempo

Quem procura algo na internet o faz para economizar tempo e porque é prático. Se os clientes acharem que estão perdendo tempo, vão embora. Esta perda de tempo geralmente se dá em um conjunto de situações. O pior cenário é um site lento para carregar e difícil de navegar.

Providenciar caixas de busca

Antigamente, era mais comum que um usuário que estivesse procurando um produto vasculhasse todo o site atrás dele. Provavelmente era um reflexo da maneira antiga de procurar produtos nas lojas físicas. Mas hoje é diferente. Todo usuário quer praticidade. 

Uma das primeiras coisas que o usuário médio procura é um campo para digitar o produto e um botão “procurar”. E espera encontrar com velocidade e precisão. Caso não encontrem, vão para outro lugar sem pensar duas vezes. Se o desenvolvedor não se atentar a isso, o proprietário deve cobrar essa funcionalidade.

Facilitar o retorno à home page

Quando estamos explorando um site, às vezes nos entretemos tanto que acabamos esquecendo do que viemos fazer nele. E quando isso acontece, é muito comum procurarmos a página inicial para recomeçar a busca.

Então, o ideal é sempre disponibilizar um link “Home”, ou “Página Inicial”, para facilitar a volta à página principal, para não obrigar o usuário a clicar no botão “Voltar” do navegador ou mesmo a digitar o endereço do site de novo na barra.

Como meu site pode ser um sucesso?
O primeiro passo é usar uma boa estratégia de SEO. Otimizar seu site para os motores de busca visa colocá-lo nas primeiras posições no Google, indiscutivelmente o buscador mais usado do mundo. 

O Google considera uma série de fatores para definir quais websites devem figurar no topo. Aqueles que cumprirem as políticas, que são mais de 200, são as aprovadas. Faça uma pesquisa no próprio Google por “estratégias de SEO”. Você encontrará centenas de dicas de como fazer sua página ser vista por mais pessoas.

Manutenção

Além do SEO, a manutenção periódica do site também tem um grande peso. Assim como acontece com uma máquina, com o tempo os recursos que sua empresa colocou no ar podem ficar desatualizados. Isso pode provocar uma série de erros e incompatibilidades.

Outros problemas que podem surgir dizem respeito à segurança do servidor hospedeiro. Não é incomum que eles sofram ciberataques e danifiquem sites.

Mesmo que esses problemas não aconteçam, geralmente os sites exigem algumas modificações, como alterar informações, retirar e acrescentar imagens, remover links quebrados e outras coisas. Por isso, nunca deixe de revisar e fazer as manutenções necessárias.

Hospedagem
Por falar em hospedagem, certifique-se de que o servidor contratado pertença e seja operado por uma empresa qualificada. Uma má prestação deste serviço pode ocasionar transtornos, como ficar fora do ar por muito tempo. Invista um pouco mais e garanta que o seu lugar na internet esteja sempre disponível.

Conteúdo
Aí está outro fator de sucesso. O seu site não precisa servir apenas para mostrar produtos e preços. O que muitas empresas fazem para expandir os negócios e até como estratégia de SEO é a publicação de conteúdo relevante.

Um jeito prático de fazer isso é por meio de um blog. Acrescente de forma frequente novos conteúdos interessantes para o seu potencial consumidor. Seu blog pode conter textos, imagens, vídeos, infográficos e o que mais você julgar importante.

O uso de blogs é significativo porque a grande maioria das pessoas vai chegar ao seu site não digitando o seu endereço na barra do navegador, mas por intermédio do Google. Se o internauta estiver pesquisando por um assunto relacionado ao produto que você vende, ele pode se deparar com a sua empresa.

Se ele ler um conteúdo e gostar, mesmo que não compre nada inicialmente, a chance de ele voltar e se interessar por algum produto ou serviço é considerável. Portanto, procure, em vez de apenas aguardar, atrair o cliente.

Como melhorar a funcionalidade do meu site?
Tudo começa no planejamento. É primordial saber quais os objetivos que você quer alcançar com este seu canal. É um site promocional, um institucional ou uma loja? Você pretende expor produtos, acrescentar informações e conteúdo? A equipe de desenvolvimento começa a construir ou reformular o site de forma correta com a resposta a essas perguntas.

Estruture a informação
Planejar a disposição das informações e funções do site da sua empresa é o mesmo que desenhar a planta de um prédio. As ferramentas de criação de sites possuem há muito tempo interfaces que permitem a visualização prévia da página que está sendo montada.

É nesse momento que as funcionalidades devem ser organizadas em um bom arranjo, para que tudo fique ao alcance do usuário sem que ele perca tempo. Não é demais reforçar que a criação deve obedecer à metodologia responsiva, de que já falamos aqui.

Pense na linguagem
Aqui, o conhecimento do perfil do seu público faz a diferença. O seu site precisa interessar e atrair o cliente. A linguagem e os padrões gráficos devem “se parecer” com ele. Ao perceber que a página é amigável, é possível que ele se torne um simpatizante da sua marca, fazendo com que seus produtos sejam mais atrativos.

Acompanhe as métricas 
Aprender a usar ferramentas como o Google Analytics e fazer disso um hábito vai fazer muito pela sua empresa. Com o aplicativo, você poderá obter informações úteis frequentemente e acompanhar a evolução do seu negócio. Com elas, será mais fácil criar ou aperfeiçoar suas estratégias.

Quer saber mais? Clique AQUI e agende um bate papo com nossos especialistas!
 
Confira também:
E-book 5 Dicas de SEO


  • 1
Exibindo 1 de 1

Carregando...