Melhores Práticas de Web Design para o seu Próximo Website

Muitos clientes pensam em Web Design apenas pelo lado artístico do serviço, deixando de lado os aspectos funcionais presentes nas técnicas e métodos empregados durante a elaboração de um site.

A verdade é que profissionais experientes em Web Design, sobretudo equipes treinadas, entregam muito mais do que um site bonito. De fato, diversos aspectos devem estar presentes durante o desenvolvimento, os quais cuidam desde da usabilidade até do SEO.

Então, quando você contrata uma agência de Web Design, você recebe muito mais do que pode ver no site produzido - elementos que serão vistos principalmente pelos robôs do Google.

Dito isto, vamos apresentar as melhores práticas durante a elaboração de um site neste conteúdo. Confira!

Defina objetivos para seu site
Podemos pensar em um site como um projeto de Marketing Digital. Afinal, ele carregará a marca de sua empresa, representando um espaço na internet somente seu.

Como todo bom projeto de Marketing Digital, seu site também precisa ter objetivos definidos. Dessa maneira, a elaboração do mesmo toma outra forma, dado que cada elemento das páginas, todos os detalhes do site, visam satisfazer os objetivos definidos.

Se você ainda não tem objetivos definidos, responda às seguintes perguntas:
  • quem é o público-alvo do site?
  • o que esse público fará no site?
  • quem são os principais concorrentes da empresa?
  • quais são as principais palavras-chave relacionadas ao seu negócio?

A primeira pergunta permite dispor elementos de acordo com as capacidades de seu público-alvo. Só para exemplificar, um site voltado a idosos tem diferenças importantes de sites voltados aos jovens.

A segunda pergunta está relacionada aos aspectos funcionais das páginas. Seguindo o exemplo anterior, seu site pode trazer diversas receitas culinárias, ou seja, seu uso será para ler o conteúdo. Isso significa que o foco devem ser tanto as imagens quanto o texto; o último deve ser adaptado ao público pretendido.

Os concorrentes servem para muitas coisas, inclusive para melhorar os serviços prestados por sua empresa. No caso, é importante fazer um site melhor que o do concorrente, aproveitando os aspectos que ele não soube implementar.

Por fim, seu site será encontrado através de palavras-chave, um termo importantíssimo para o SEO. Um estudo dessas palavras aumentará o impacto do site para sua empresa.

Estruture um Web Design que oriente os usuários
Um evento bastante comum nas páginas da web, sobretudo em sites muito grandes, é o usuário se perder enquanto navega. E isso causa muita frustração ao usuário, que pode preferir sair de seu site imediatamente.
  • Para minimizar essas ocorrências, alguns elementos indispensáveis precisam integrar o site. A seguir, listamos algumas dicas essenciais:
  • a primeira página, conhecida como página inicial ou Home, precisa informar onde o usuário está e as funcionalidades do site;
  • é uma boa prática oferecer um link de retorno para a Home em todas as páginas. Geralmente isso é feito através de um menu no topo;
  • todas as páginas devem informar ao usuário onde ele está, assim como apresentar links para regressar à página anterior;
  • implementar um mapa para seu site vai ajudar usuários durante a navegação.

Outro ponto importante são os links de suas páginas. Quanto a eles, temos as seguintes boas práticas:
  • todos os links devem ser claros e, na medida do possível, auto-explicativos;
  • coloque os links sobre trechos do conteúdo que façam sentido, ao invés do famoso “clique aqui”;
  • não é interessante trabalhar com URL visíveis em suas páginas. Ao invés disso, coloque o nome da empresa ou algum texto mais amigável;
  • em caso de lista de links, sempre comente ao lado de cada link para facilitar a escolha dos usuários.
Faça bom uso do espaço de seu site
Existem três podem que você precisa priorizar em seu site:
  1. Legibilidade: é a facilidade com que o usuário vai consumir o conteúdo de seu site, o quão fácil é encontrar o que procura e, principalmente para o Google, responder a pergunta feita no mecanismo de busca;
  2. Estética: esse conceito é um pouco complexo de explicar, mas podemos resumi-lo como o quão limpa é a página - embora nem sempre uma página limpa possua uma estética agradável;
  3. Quantidade de informação: a quantidade de informação pode ser entendida com a porcentagem de aproveitamento da área disponível das páginas de seu site.

Se você quer páginas otimizadas em seu site, precisa seguir as seguintes boas práticas de Web Design:
  • aproveite o espaço de seu site preenchendo-o com conteúdo. Esse preenchimento deve ser de no mínimo 50%, e no máximo de 80%;
  • tudo que não for conteúdo deve estar relacionado à navegação em seu site. Portanto, ocupe no mínimo 20% da página com links de navegação;
  • os frames são divisões visíveis do conteúdo de sua página. Esses recurso costuma ser empregado durante o desenvolvimento, mas não deve continuar visível no produto final. Ele tende a causar uma sensação claustrofóbica nos usuários;
  • os menus precisam ser simples, e menus que se desdobram com o passar do mouse devem ser evitados;
  • existem diversos efeitos visuais interessantes para sites, só que eles acabam sobrecarregando a página, causando lentidão e aumentando os tempos de resposta. Portanto, use somente o necessário para um design elegante;
  • sempre contraste o texto com o fundo do site. O básico “fundo claro, texto escuro” é a recomendação padrão;
  • todos os elementos de suas páginas precisam ser funcionais. Caso um elemento não o seja, vale a pena refletir se ele realmente precisa aparecer para o usuário.
Facilite o consumo do conteúdo das páginas
Uma boa experiência precisa de certos elementos para acontecer. Quando falamos em sites, isso significa facilitar o consumo do conteúdo das páginas, assim como de todos os materiais do site.

Tendo isso em vista, observe as seguintes boas práticas:
  • um elemento essencial em qualquer site é permitir que o usuário retorne à página anterior. Isso incentiva a exploração de seu site, aumentando a permanência dos usuários;
  • devem haver formas de cancelar processos em seu site, antes mesmo de terminados. Às vezes o usuário clicou sem querer em um link, e não quer ter a inconveniência de retornar à página original;
  • faça uso de breadcrumbs, ou seja, indicar todo o caminho percorrido pelo usuário até a página em que ele está. Isso permite um retorno rápido a uma categoria superior dentro de uma divisão maior, fomentando a exploração dos conteúdos de seu site;
  • implemente um sistema de busca em seu site, mas que seja restrito aos conteúdos do mesmo;
  • jamais use plug-ins auto-instaláveis, pois eles violam o direito de escolha do usuário, indo contra a legislação brasileira;
  • se a página oferece um texto explicativo, comece com a parte mais importante. Evite “enrolar” apenas para criar mais conteúdo para seu site;
  • em caso de conteúdo muito grande, é uma boa prática permitir ao usuário fazer o download do material;
  • as imagens de suas páginas devem condizer e, se possível, agregar valor ao conteúdo escrito da mesma.
Respeite o Core Web Vitals
Para que seu site seja encontrado na internet, ele precisa seguir algumas regras impostas pelos mecanismos de busca. No caso, elas servem para que os robôs de busca encontrem páginas que contenham a resposta à pergunta feita pelo usuário.

Entretanto, os mecanismos de busca passam por atualizações constantemente, e seus representantes anunciam suas principais mudanças ao público. De uns tempos para cá, a principal mudança foi chamada de Web Vitals, que deu origem ao Core Web Vitals.

No início da internet, os buscadores se baseavam apenas na repetição de uma palavra-chave. Isso fomentava sites sem conteúdo algum, apenas com uma mesma palavra repetida milhares de vezes. Com o passar do tempo, porém, os mecanismos se tornaram sofisticados; hoje levam em conta diversos detalhes, sobretudo tempos de resposta. 

Se você quer respeitar o Core Web Vitals para melhorar seu ranqueamento, observe estas dicas:
  • para cada página de seu site, tenha uma conteúdo principal;
  • os conteúdos principais das páginas precisam carregar rapidamente; a recomendação de tempo é de no máximo 2,5 segundos após o usuário entrar na página;
  • os elementos de sua página devem ser interativos e, quando pensamos em tempos, os botões precisam responder, idealmente, em 100 ms ou menos;
  • outra métrica importante é a estabilidade da página, ou seja, o quão bem cada elemento se comporta. Essa médica é complexa e deve ser medida através de ferramentas especializadas; o ideal é que não passe de 0,1.

Uma das ferramentas recomendadas para mensurar seu Core Web Vitals é o Chrome User Experience Report.

Procure evitar inconvenientes em seu site

Os inconvenientes são péssimos para a experiência do usuário. Sendo mais direto, eles podem ocasionar diversos problemas para a marca, principalmente passar a sensação de pouco profissionalismo.

Se você quer evitar isso, concentre-se nestas dicas de Web Design:
  • seu website deve possuir apenas páginas completas e finalizadas. Dessa forma, as “páginas em construção” devem ser deixadas de lado. Se está em construção, não deixe a opção de acessá-la;
  • mais um ponto importante é manter seu site completo. Ou seja, você não deve publicá-lo antes de estar 100% pronto, com todos os elementos planejados para ele;
  • tenha muito cuidado com os links e chamadas presentes em seus conteúdos. Com o tempo, é normal que alguns desses elementos se tornem desatualizados; o maior problema é fazer chamadas para links que não existem;
  • reserve uma página em seu site apenas para tirar dúvidas ou oferecer ajuda. Embora seja um detalhe muitas vezes deixado de lado, essas páginas garantem uma boa experiência em seu site;
  • quando você cria uma nova página, geralmente pode-se escolher sua URL. Tenha em mente que os usuários analisam a URL antes de entrar na página, portanto, deixe-as amigáveis e informativas;
  • programe as mensagens de erro do seu site para serem instrutivas, oferecendo métodos para solucionar o problema;
  • se for utilizar links através de imagens, faça imagens grandes para que não exijam precisão ao clicar.
Mantenha um padrão em todas as páginas
Os padrões são importantes quando falamos em design. E isso não se restringe às páginas de internet. Um padrão facilita a usabilidade do site, assim como garante agilidade durante a navegação entre os conteúdos.

Estas são algumas regras básicas de padronização que não podem faltar em seu site:
  • se você deseja uma navegação fluída entre as páginas de seu site, trabalhe com elementos fixos. No caso, a parte mais importante é o cabeçalho, dado que costuma comportar o menu do website;
  • outro detalhe importante, mas muitas vezes negligenciado, é a correspondência entre o texto do link e a página de destino. Pelo menos o título da página deve fazer referência ao texto do link, para não confundir tanto os robôs de busca quanto os usuários;
  • mantenha um padrão de cores e disposição de conteúdo entre suas páginas. Se isso não for feito, o usuário pode pensar que saiu de seu site sem querer, causando uma experiência ruim para ele;
  • existem padrões estabelecidos na web que precisam ser respeitados. Um deles é o padrão para links. Enquanto está visível, um link deve ser de cor azul; após clicado, deve ser exibido na cor púrpura. Você pode alterar essas cores, mas com bastante cautela;
Invista em segurança para seu site
Para encerrar este conteúdo, vamos comentar sobre os principais aspectos que conferem segurança ao seu site. Isso também faz parte do Web Design, dado que entra na parte de planejamento do site.

Veja como trabalhar a segurança de seu próximo website:
  • Invista em SSL: o certificado SSL é um padrão da indústria, e qualquer site que não o possua é visto com maus olhos. Em resumo, ele encripta as informações que transitam na rede, impedindo que hackers acessem-nas com facilidade.
  • O ambiente de Login deve ser seguro: a principal artimanha dos hackers, no que tange às invasões, é forçar senhas até obter retorno. Isso pode ser evitado com um número máximo de tentativas de login para cada usuário;
  • Trabalhe com servidores seguros: são estimados que 41% das invasões ocorrem pela plataforma de hospedagem, por isso essa escolha é tão importante.

Pronto, com todas essas informações você será capaz de montar sites bonitos e otimizados. Quer ajuda para criar seu próximo site? Veja nossas soluções!


 
Confira também:
E-book 5 Dicas de SEO


  • 1
Exibindo 1 de 1

Carregando...