Vendas online: de tendência a realidade

O e-commerce sempre apresentou, desde o começo da sua história, inclinação para crescimento. Assim como a maioria das tecnologias, foi ganhando espaço no decorrer do tempo à medida que as pessoas percebiam a utilidade e se convenceram da importância dele.

As primeiras atividades de venda pela internet no Brasil começaram com mais força em 2001. Nessa época, os buscadores como o AltaVista e o Cadê já exibiam banners anunciando sites de vendas. 
A partir de então, mais empresários decidiram investir no comércio online. Através dos anos, as atividades de compra e venda aumentaram de forma exponencial. Ficava claro, então, que a tendência era de ascensão.

O principal motivo para que o comércio eletrônico se expandisse desde os primórdios é o mesmo que perdura até hoje: a comodidade e a disponibilidade dos sistemas, que permite fazer compras sem a limitação de hora ou local, como acontece com as lojas físicas.

O que este artigo vai abordar são fatos sobre o crescimento do e-commerce, como a crise sanitária mundial contribuiu para esta elevação e exemplos atuais de empresas que são referência em vendas pela internet. Eles mostram que as vendas on-line em larga escala deixaram de ser só uma tendência para virar realidade.

Leia mais


O que é mobile first e por que é importante no marketing digital da sua empresa?

Uma pesquisa conduzida pela GSMA, associação global do ecossistema móvel,  aponta que o Brasil é o país, na América Latina,com o maior número de dispositivos móveis que acessam a internet. São mais de 134 milhões.

É um dado interessante, porque mostra que a preferência por dispositivos móveis já superou os computadores do tipo desktop, tablets e notebooks na hora de navegar na grande rede. 

Outro estudo, o TIC Domicílios, do Comitê Gestor da Internet, mostra que 99% das pessoas que acessam a internet no país o fazem pelo celular e, para 58% desses, é a única maneira de navegar.
Isto se justifica com diversos fatores, mas os mais importantes são as circunstâncias em que se acessa a web no momento e a praticidade do telefone móvel. Imagine que você está com pressa, a caminho do trabalho, e precisa verificar seus e-mails. O dispositivo móvel é o que vai ajudar nessa hora.

Por isso, quem lida com o marketing digital precisa ter em mente que o uso dos dispositivos móveis é muito grande e tende a aumentar. Isso deve influenciar a tecnologia de desenvolvimento dos websites: o mobile first.

Leia mais


  • 1
Exibindo 1 de 1

Carregando...